A importância das cores


As cores sempre foram importantes em diversas áreas, através dos tempos, civilizações e culturas e por isso seu estudo foi se aperfeiçoando com o tempo, existindo hoje gamas e mais gamas de cores que nem imaginamos.

Todo este estudo de cores é chamado de psicologia das cores e sua importância está também na forma em como elas afetam as pessoas de forma inconsciente. Assim, sua compreensão vai além da simples combinação e do estilo.

Entender, por exemplo, que o vermelho é uma cor quente, dinâmica e energizante que estimula a paixão e o azul é uma cor fria que inspira calma, confiança e criatividade.

São tantas cores, que foram criadas identificações diversas para elas. Geralmente através de uma combinação de números elas são classificadas e colocadas em categorias.

Na década de 60, a marca Pantone criou o leque de cores, através dos quais a ideia era a identificação das cores com mais facilidade nas artes gráficas e hoje funciona como referência mundial de cores lançando tendências anuais.

Porém, não existe uma classificação universal das cores onde se identifica cada tom pelo mesmo nome ou número. Quem lida com cores, como uma empresa de tintas ou até uma marca de canetas, cria sua própria paleta ou leque e, consequentemente, cria também sua própria nomenclatura. Assim, quando for procurar uma cor, você deverá escolher o fabricante referência e usar o seu leque.

Para facilitar existem diversos aplicativos de celular e tablet que facilitam nossa vida. Eles identificam, através da câmera do aparelho, a cor que você quiser, porém você ainda terá que escolher qual fabricante irá utilizar para essa definição da cor.

Mas, o que importa é saber que existe uma cor para tudo! Uma para cada dia, para cada humor, para cada ambiente, para cada pessoa, para cada situação e por aí vai.

Nenhum comentário