Como combinar sofá e poltrona. Dicas práticas para acabar com este dilema


Escolher sofá e poltronas e ainda decidir como combiná-los pode ser uma prova de teste. Então hoje vamos mostrar algumas dicas que ajudarão na escolha destes móveis. Esta é uma dupla que realmente pode surpreender, indo do típico jogo coordenado de sofás às soluções mais criativas, brincando com harmonias sutis e contrastes, com atenção ao estilo e ao equilíbrio de cores.

E falamos de todo tipo de poltronas, as clássicas, as duplas (loveseat), chaise longue, pufes, bancos, cadeiras ou qualquer elemento extra que possa complementar a sala de estar e adicionar um toque pessoal com muito
estilo.

Aqui estão nove dicas para orientá-lo na escolha: aberto para a criatividade, mas atenção a alguns princípios básicos!

1. O clássico coordenado

Muitas marcas e fabricantes oferecem a versão sofá em dois e mais lugares e também a versão poltrona da mesma série de estofados. Os móveis coordenados são uma solução clássica, adequada em geral para um estilo tradicional, criando um espaço harmonioso.

Dependendo do tamanho dos móveis esta escolha pode exigir um pouco mais de espaço e se tornar um pouco complicada considerando o espaço limitado que temos hoje em dia.

Dica: se optar por móveis coordenados, para quebrar a monotonia, brinque com texturas e cores de cortinas, tapetes e almofadas.

2. Mesmo estilo e harmonia cromática

Esta é a opção para quem não quer se aventurar muito, mas ainda quer ir além dos móveis coordenados tradicionais.

Usar sofás e cadeiras de diferentes formas e cores, mas do mesmo estilo de mobiliário. Assim você foge do coordenado sem correr muitos riscos.

Dica: use os acessórios na mesma escala cromática para unir os elementos do mesmo estilo.

3.  Jogo de hierarquia - Quando o sofá é a estrela

Uma alternativa viável para coordenar sofá e poltronas é brincar com a importância dos objetos, como uma hierarquia. Isto é, escolher um elemento de força no ambiente que chame mais a atenção, através do tamanho, forma, cor e/ou um material com muita personalidade.

Por exemplo, se um sofá por si só é uma peça que visualmente chama a atenção, seja pelo tamanho, modelo e até tecido, pode não ficar tão bom usar uma poltrona semelhante, pesaria demais o ambiente. Neste caso o ideal é jogar com contrastes e combinar este sofá com cadeiras mais leves seja na cor como no material e formato.

4. Jogo de hierarquia 2 - Quando quem manda é a poltrona

A ideia do item anterior aplica-se também no sentido inverso. Na verdade, apostar na poltrona como um elemento de força em um ambiente é uma das escolhas mais populares.

Em geral o sofá é uma peça de mobiliário escolhido para durar muitos anos e por isso muitos preferem as soluções neutras, então, brincar com as poltronas dá a possibilidade de sermos mais ousados.

O bom desta opção é que se pode usar uma poltrona de design marcante, mas no mesmo tom de cores do ambiente, assim fica tudo coordenado pela tonalidade. Ou então pode-se usar uma poltrona de design forte e cores ainda mais fortes e contrastantes em um ambiente mais neutro, assim dá-se todo o crédito do décor à poltrona que fará a ligação dos elementos do ambiente. Veja abaixo:

Destaque com cores fortes
Cores neutras e design marcante
Cor marcante e formas simples
Design e cores contrastantes
5. Harmonia de formas e jogo de cores

Se ainda assim você preferir apostar na escolha coordenada e mais segura dos móveis, a cor pode ser um aliado valioso para quebrar a monotonia. Usar um mesmo modelo de sofá e poltronas mas em cores diferentes dá aquele toque mais criativo na decoração, deixando tudo mais interessante.

Dica: Fique sempre atento à escala de cores e tons do décor como um todo para não ter um efeito indesejado.

6. Harmonia de cores e jogo de formas

Neste caso temos o exato oposto do item anterior, uma paleta de tons semelhantes equilibra as diferentes formas e materiais das poltronas e sofá.

O resultado deste formato é um conjunto harmonioso que se concentra na diversidade das formas e diversidade de objetos.

Detalhe que vale ser copiado: itens e acessórios em tonalidade semelhante, mas com diferentes materiais e padrões. O resultado é elegante e surpreendente, como  na primeira imagem.

7. O mesmo material em formas e cores diversas

Semelhante ao item anterior anterior, mas neste caso, toda a unidade é determinada pelo material dos sofás e poltronas: couro, veludo, chenile etc, em uma variedade de cores e formas.

Couro em cores diversas
Suede em cores diversas
A dica é sempre a mesma quando se mistura muitos elementos, cuidado com a escala de cores. Tenha sempre uma definição das tonalidades que usará.

8. Dedicado à informalidade

Se você está disposto a ousar e gosta do estilo eclético e diversidade, esta opção pode ser a sua. Aqui você aposta em criar grupos de diferentes elementos entre eles. Variar móveis de diversas épocas, estilos, formatos, tamanhos e materiais também dá certo.

O desafio é manter a harmonia. É a forma mais difícil para se tentar, mas, como sempre, o segredo está na paleta de cores. Sempre que se mantém uma harmonia nas cores, o resto fica mais fácil, afinal os opostos se atraem.

Uma observação importante: quando o estilo de decoração do ambiente é muito ousado, contém muitos elementos diferenciados e que chamam muito a atenção, o bom e velho sofá e poltronas coordenados e neutros podem ser a melhor escolha!

Deu para ver que dá para fazer muita coisa quando se trata de escolher os sofás e poltronas de casa né? Para não ficar na dúvida, opte pelo simples e sempre coordene cores e estilos, assim fica mais difícil de errar.

Se ainda tiver dúvida escreva nos comentários que tentaremos ajudar! ;)

2 comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Possuo um sofá em couro marrom café, retrátil, de 3 lugares e gostaria de colocar poltronas ou cadeiras decorativas. Como devo fazer esta combinação?

    ResponderExcluir