As cores que você gosta na sua decoração - 6 dicas


Decorar um ambiente sozinha não é uma tarefa fácil e para isso existem diversos profissionais que te ajudarão facilmente. Porém, se você quer se aventurar em decorar seu espaço, nós estamos aqui para te dar as dicas necessárias!

Aqui no blog temos uma variedade de textos sobre cores, afinal, escolher os tons certos para a decoração de ambientes é uma das tarefas mais difíceis e por isso sempre voltamos neste assunto com dicas, ideias e
inspirações.

Assim, mais uma vez vamos oferecer novas dicas de como escolher cores para a decoração de interiores que deixarão sua casa com a sua cara e de forma coesa.

1. Escolha cores a partir de uma "imagem" que goste. Pode ser uma foto, um padrão de um tecido que te agrada, um quadro, um tapete etc.  Combine cores de tintas, móveis e acessórios com a cor (ou cores) que escolheu da "imagem". Isso dará ao ambiente uma aparência coesa e sutil e ainda favorecerá o item de onde tirou a inspiração.

Paleta de cores simples tirada do tecido da almofada
 Paleta de cores mais ousada tirada do quadro

2. Aplique a regra dos 60-30-10. De acordo com esta orientação um espaço deveria ter dedicado 60% de um tom dominante, 30% de um tom secundário e 10% de uma cor para destaque. Esta dica ajuda a manter o equilíbrio visual e a impedir que se exagere com uma cor muito forte ou com muitos neutros sem graça.
  • O tom dominante deve ser uma cor relativamente neutra ou com uma saturação baixa (em um tom mais apagado). A cor secundária pode ser um pouco mais forte e a cor de destaque pode ser ousada e viva para revigorar o ambiente.
  • Um exemplo de uso é quando a cor dominante é usada nas paredes, a secundária em tecidos dos móveis e a de destaque em acessórios como almofadas e vasos.

3. Preste atenção para a verticalização no esquema de cores. Existe uma razão para que a maioria dos tetos seja branco ou bege claro; mesmo que as paredes sejam escuras, os ambientes tendem a ser mais atrativos se o esquema de cores for do mais escuro para o mais claro verticalmente. Escolha tons mais escuros para as peças próximas do chão, como tapetes e mesas de centro, use tons médios para as paredes e os tons mais claros para o teto e móveis e objetos altos.

Do mais escuro (inferior) para o mais claro (superior)

4. Procure dicas no seu armário. Mesmo que seja difícil escolher cores para a sua casa, normalmente para roupas temos mais facilidade na escolha, já que, para o que vestimos, temos muito bem definidas as cores que gostamos e que ficam melhor em nós.

5. Consulte uma roda de cores. Aqui temos um post dedicado a este assunto. Usar a roda de cores ajuda a determinar como introduzir as cores em uma decoração.

6. Usar pretos e brancos em toda a casa ajuda. Ter o espaço nestas duas cores puras tem um papel importante que ajuda a enriquecer seu esquema de cores. O preto e branco definem os limites do espectro das cores e fazem com que outras cores pareçam mais nítidas já que, desta forma, é como se estivessem dentro do espectro completo.




Nós adoramos cores e nosso objetivo é que todos as usem sem receio, por isso continuaremos sempre postando referências bem legais em relação a este assunto. Até a próxima!

Nenhum comentário